SHORT DOLL OU BABY DOLL?

É muito comum recebermos, aqui na JOLIE, clientes pedindo para ver alguns modelos de baby doll e ficando confusas quando a vendedora chega com as peças. Também acontece quando elas desejam comprar um short doll. O motivo da confusão é que elas não sabem diferenciar os dois tipos de peças, não entendem o que é short doll ou baby doll. Chegam com uma imagem e um desejo na cabeça, e quando os olhos enxergam algo um pouco diferente, ficam alguns segundos sem entender o que está acontecendo.

Bom, como eu disse, é tão, mas tão comum, que resolvi escrever este artigo para tirar todas as dúvidas que você possa ter sobre short doll ou baby doll. Leia até o final e nunca mais fique confusa na hora de escolher sua peça.

BABY DOLL

É o mais famoso dos dois. Foi inventado na Inglaterra, há mais de dois séculos. O baby doll é muito parecido com uma camisola, mas, ao contrário desta, geralmente é composto, também, por uma calcinha do mesmo estilo. Ou seja, para ficar bem claro: mini camisola + calcinha combinando = baby doll! Ou, ainda, mini short + blusa = também short doll.

A modelo veste um baby doll

É uma roupa usada na cama, porém não necessariamente para dormir! Entendeu, né? O baby doll nos deixa mais bonitas e sensuais. Faz despertar o desejo de quem está ao nosso lado. Muitos modelos têm a camisola aberta na parte da frente para deixar a calcinha totalmente à mostra.

Por ser uma peça mais romântica, costuma ser produzida em tecidos mais delicados, como renda e seda, com babados e fluflus.

SHORT DOLL

Mais confortável para dormir é o short doll, um conjunto de duas peças formado por uma blusa bem leve e um short. A blusa pode ser justinha ou soltinha, você escolhe. É um tipo de pijama mais bonito, sofisticado, até sensual. Então, de novo, para explicar bem: short + blusa = short doll!

A modelo veste um short doll!

Ao comprar várias peças, você tem a oportunidade de variar seu estilo, de combinar a parte de cima de um modelo com a parte de baixo de outra. Não é legal? Quem disse que a moda é SÓ para ser vista? Nada disso! É para ser sentida também. É principalmente para você sentir que está bem vestida até quando dorme, no escurinho do quarto, sem ninguém te observando.

Quando a prioridade é o conforto, os tecidos mais utilizados são microfibra, liganete e modal.

JOLIE LINGERIE

Se você quer short doll ou baby doll por um ótimo preço, dê uma olhadinha na loja virtual da Jolie, clicando aqui! E se você mora em São Paulo ou está vindo fazer compras no Bom Retiro, visite a nossa loja física, na Rua Ribeiro de Lima, 557.

Quer comprar pelo Whatsapp? Deseja tirar suas dúvidas? Ótimo: fale conosco pelo (11)97336-9621.

 

APRENDA A USAR UMA CALCINHA COM ENCHIMENTO

Nem todas as mulheres têm aquele bumbum volumoso e empinado. Eu diria que a maioria de nós não tem, e isso dá uma pontinha de frustração, né? E cada foto de artista famosa com seu bumbum perfeito gera um desapontamento íntimo. Nada grave, mas aquela sensação de que a genética poderia ter sido um pouquinho mais generosa conosco, só um pouquinho, e bem ali na altura do quadril!

Bom, quem não tem cão, caça com uma calcinha com enchimento! É o jeito mais prático de ganhar uma “boa forma extra”, fazer bonito e dar aquele upgrade na autoestima. Se você clicar aqui, encontrará vários modelos bem bacanas em nossa loja virtual. Pode dar uma passadinha também aqui no Bom Retiro, na Rua Ribeiro de Lima, 557, para experimentar. E fique tranquila: a “calcinha de bumbum” está na moda e é uma das peças mais procuradas pelas mulheres hoje em dia.

O QUE É?

Antes de mais nada, é preciso explicar o que é esse produto cada vez mais popular. A calcinha tem uma espuma na parte de trás para deixar o bumbum aparentemente maior. Os primeiros modelos, já ultrapassados e quase inexistentes no mercado, não eram muito anatômicos, meio que entregavam que aquele bumbum ali não era verdadeiro. Mas a indústria de lingerie se aperfeiçoou, investiu em tecnologia e criou uma nova calcinha em que o enchimento não é mais uma espuma inteira, mas sim, feito com uma pequena espuma para cada nádega. E isso fez toda a diferença!

ANTES!

COMO USAR A CALCINHA COM ENCHIMENTO

Infelizmente, não é com todo look que a calcinha com enchimento fica bacana. Aliás, dependendo do que você estiver vestindo, o resultado fica bem ruim. Então, tome cuidado! Nunca use a “calcinha bumbum” sob peças muito justas, apertadinhas. E nem com tecidos delicados que marcam os contornos da roupa íntima. São erros que certamente revelarão ao mundo o seu segredinho.

O correto é usar a peça só quando estiver usando saias, calças e vestidos um pouco mais largos. Faça uma coisa: utilize seu bom senso. Se olhe no espelho. Se não estiver evidente que aquele bumbum não é seu, não é original de fábrica, troque de roupa. Agora, se a combinação estiver perfeita, pode sair desfilando por aí, sentindo-se a Juliana Paes. Sem medo!

DEPOIS!

ALGUMAS DICAS IMPORTANTES

Temos três últimas dicas para você. Ficaram para o fim, porém são muito importantes. Lá vai:

– Só use peças de qualidade. Com a popularidade da calcinha com enchimento, muitas indústrias que não usam boas matérias-primas colocaram produtos ruins no mercado. Já que você vai gastar um pouquinho a mais, pois a “calcinha bumbum” tende a ter um preço maior do que a normal, compre da marca que você conhece e confia. Como as que vendemos aqui na JOLIE.

– Nunca, jamais, em hipótese alguma, nunquinha mesmo, coloque sua calcinha com enchimento dentro da máquina de lavar. As engrenagens do equipamento estragam a espuma das roupas íntimas. O ideal é lavar sua calcinha à mão e, de preferência, com sabão neutro. Se você ainda apertar devagarzinho, para tirar o excesso de água, e colocar para secar na sombra, terá uma peça intacta, praticamente nova, durante muitoooo tempo.

– E agora, por fim, a dica das dicas: nunca dobre a espuma da sua calcinha. A não ser que você queira sair por aí com um bumbum grande, porém deformado.

JOLIE LINGERIE

Se você quer sutiãs e calcinhas de qualidade, inclusive com enchimento, impecáveis e por um ótimo preço, dê uma olhadinha na loja virtual da Jolie, clicando aqui! E se você mora em São Paulo ou está vindo fazer compras no Bom Retiro, visite a nossa loja física, na Rua Ribeiro de Lima, 557.

Quer comprar pelo Whatsapp? Deseja tirar suas dúvidas? Ótimo: fale conosco pelo (11)97336-9621.

 

 

 

 

VOCÊ SABIA QUE A CALCINHA JÁ FOI UM CALÇÃO?

Você que está acostumada a visitar nossa loja virtual e comprar lingeries lindas, confortáveis e versáteis talvez nem saiba a sorte que tem!!! O privilégio de viver em uma época em que estilistas e grifes internacionais valorizam as roupas íntimas e colocam no mercado, a cada estação, modelos mais bonitos, sofisticados, atraentes. A sua avó não teve essa felicidade. A sua tataravó, provavelmente, precisou vestir algo parecido com um calção. É, amiga, a vida das nossas antepassadas não foi nada fácil.

O MUNDO ANTES DA CALCINHA

Esta curiosa história, como praticamente todas as outras, começou na Grécia e na Roma Antiga. Há mais de dois mil anos, portanto, as mulheres usavam tangas. Geralmente, uma grande tira de couro era colocada entre as pernas e amarrada à cintura com a ajuda de uma corda. Nada prático, né? Tampouco confortável.

A Idade Média trouxe um pouco mais de praticidade. Saíram as tangas, surgiu um bermudão fofo, feito com panos largos, também amarrado com cordas, e usado tanto por mulheres quanto pelos homens. Eram feios, porém mais fáceis de tirar na hora de ir ao banheiro. E finalmente chegamos aos anos 1500 e…

… A CALCINHA NASCEU!

A ideia de confeccionar roupas próprias para as partes íntimas femininas surgiu há meio milênio. Mas as calcinhas não eram lá aquela maravilha. Na verdade, mais pareciam calções, pois iam até a altura dos joelhos. Eram largos, feitos de algodão e não possuíam nenhum charme. Algumas réplicas puderam ser vistas – pela primeira vez, para o grande público – na exposição Knickers! 500 years of underwear (Calcinhas! 500 anos de Peças íntimas), realizada no Walsall Museum, em Walsall, na Inglaterra. Veja mais clicando aqui!

O COMEÇO DA ARTE

Mas a invenção demorou bastante a se popularizar. Foram cerca de três séculos até que, lá pelos idos de 1830, na França, mulheres de alto poder aquisitivo começaram a adquirir o produto. Mesmo assim, clandestinamente. Na maioria das vezes, pedindo às empregadas que comprassem as calcinhas. O assunto era comentado à boca miúda. E como as mulheres da época não mostravam seus corpos nem para os maridos, já que era comum fazer sexo sem tirar todas as roupas, as calcinhas ainda não eram um produto de moda. Elas não precisavam ser bonitas, apenas funcionais.

Foi só em 1920 que começaram a aparecer as calcinhas modernas. Para entender bem: “modernas” no que se refere ao surgimento de uma indústria toda voltada para o produto, pois no estilo elas ainda eram feias. Lembra das calçolas da vovó? Pois é.

Aí acabou a primeira guerra mundial, as mulheres ocuparam espaço no mercado de trabalho, os vestidos foram perdendo comprimento ao longo das décadas e, quanto mais curtos ficavam, mais a calcinha diminuía. As peças íntimas num formato parecido com o que conhecemos e usamos hoje, acredite, só apareceram nos anos 70.

Clicando aqui,, você assiste a um vídeo da revista americana Glamour Magazine em que a modelo Sarah Boutros mostra a evolução da calcinha desde 1920.

ARMA DE SEDUÇÃO

Hoje a calcinha não é mais apenas uma peça de roupa funcional. É, sim, uma arma de sedução, usada para enfeitiçar homens – e mulheres – e para valorizar o corpo. Aliás, tanto a calcinha quanto o sutiã são vestidos compondo o visual completo. Quando pensamos numa roupa para o dia de trabalho, pensamos também em quais lingeries vamos vestir. Se temos um encontro marcado que pode virar uma noite romântica, o conjunto “roupa de cima – roupa de baixo” é muito mais planejado ainda.

E, que maravilha, as opções são infinitas!!! Se você clicar na nossa loja virtual, verá calcinhas clássicas ou modernas, com ou sem renda, folgadas ou justinhas, comportadas ou com fio dental. Temos até peças especiais, de cintura alta, com um reforço para o abdômen, que esconde as gordurinhas e reduz as laterais largas.

Ah… e se você se encantou com toda esta aula de história, e estiver com vontade de voltar no tempo, não precisa usar calcinha feia, não! Compre uma bela lingerie da JOLIE e use com um hot pants-short, um shortinho bem curto e com cintura alta, que foi moda nos anos 60 e voltou com tudo agora. Você verá muitos modelos assim nas praias e nas noites quentes deste verão! 

JOLIE LINGERIE

Se você quer sutiãs e calcinhas de qualidade, lindas, impecáveis e por um ótimo preço, dê uma olhadinha na loja virtual da Jolie, clicando em https://www.jolielingerie.com.br/. E se você mora em São Paulo ou está vindo fazer compras no Bom Retiro, visite a nossa loja física, na Rua Ribeiro de Lima, 557.

Quer comprar pelo Whatsapp? Deseja tirar suas dúvidas? Ótimo: fale conosco pelo (11)97336-9621.